terça-feira, 12 de dezembro de 2017

Teva de Anum, natural de Mairi-BA, está desaparecido




Ateval Dias da Cruz, conhecido como Teva de Anum, de 44 anos, que mora em Mairi-BA, está desaparecido desde sexta-feira, 08 de dezembro de 2017.

A família disse que já procurou Teva nos locais que ele acostuma frequentar, mas até agora não tem notícias do mesmo. 

Os familiares estão preocupados. Quem souber informações de Teva, poderá ligar para o contato (74) 99947-4225, falar com a esposa Elielza.

terça-feira, 21 de novembro de 2017

Nota de agradecimento ao Deputado Alan Sanches e equipe pelo atendimento gratuito no Município de Mairi


     O atendimento aconteceu, no último domingo, no Distrito de Angico com mais de 100 consultas médicas, 30 ECGs, 70 Glicemias Capilares e Aferições da Pressão Arterial de quase 140 pacientes. Em nome da populacão mairiense e dos vereadores Edivan Enfermeiro, Eliete, Tadeu Pacheco, do presidente do DEM, Geno, ao ex-prefeito Raimundo Dentista e Marcelo de Aroeira agradecemos a toda equipe do Deputado Alan Sanches pelo empenho em oferecer aos cidadões de Mairi um atendimento de qualidade e totalmente gratuito. Agradecemos também a presença dos Vereadores de Várzea da Roça: Florisvaldo, Ascendino, Adagmar e Evandro da Prainha. 









 

















 






Após o atendimento foi realizado na casa da Vereadora Eliete de Rui um almoço para confraternizar a visita do Deputado Alan Sanches e equipe na cidade.




  Fica aqui expresso toda nossa gratidão a população de Mairi que foi até o local de atendimento e a todos aqueles que fizeram parte desse momento. 

sexta-feira, 3 de novembro de 2017

Alan Sanches pede que Governo pague os R$ 9 mi que deve ao Martagão


O deputado estadual, Alan Sanches (DEM), vice-presidente da comissão de Saúde e Saneamento da Assembleia Legislativa, em discurso em plenário, conclamou que o Governo do Estado, através da Secretaria Estadual de Saúde (Sesab), encontre uma alternativa de honrar com a dívida de R$ 9 milhões que tem com o Hospital Martagão Gesteira, de forma que o atendimento não seja suspenso.

De acordo com o demista, informações chegadas a ele dão conta que a Sesab tem mais serviços contratados que recursos para financiá-los e tem feito o pagamento por rodízio, escolhendo um prestador por mês, com isso as entradas do fluxo de recursos do Martagão, um hospital pediátrico, que atende 100% pelo Sistema Único de Saúde (SUS), tem piorado a cada mês.“Para se ter ideia, nos últimos dois meses teriam recebido apenas 30% do que produziram, com um total de mais de R$ 9 milhões a receber e sendo assim, não há boa ação que sustente esse atraso, o que significa que o hospital pode fechar as portas a qualquer momento até mesmo por falta de materiais, já que deve de fornecedores aos médicos”, alertou, complementando que: “os gestores vão para o Ministério Público Estadual, assinam Termo de Ajuste de Conduta, sentam para negociar, mas tudo depois não passa de engodo e, com isso, a população mais uma vez pagando alto preço”.

Por fim, Alan Sanches reforça que, infelizmente, a situação se estende a outras importantes unidades, comprometendo cada vez mais a saúde pública do estado. O Hospital Santa Tereza, em Ribeira do Pombal; Dantas Bião, em Alagoinhas e Carvalho Luz também estão com seus funcionários sendo penalizados. Na lista podem entrar ainda: o Hospital Geral II e as maternidades.“Essa lista só prova que não existe o devido compromisso em um setor que trabalha diretamente com vidas humanas. 

Os funcionários do Santa Tereza já estão há quatro meses sem receber e para fechar o ciclo de absurdos os terceirizados do Carvalho Luz receberão seus salários atrasados com redução de 25%. Ou seja, se algo não for feito a saúde pública na Bahia entrará em colapso”, lamentou, pedindo sensibilidade por parte dos envolvidos para que uma solução venha o quanto antes.

Vende-se enxerto de raça QUARTO de Milha

 

                MÃE                                                                            PAI
   


ANIMAL


Quarto de Milha, nascido dia 24/03/2012, Macho
Puro de origem, Alazão 

Trás em sua linhagem paterna o cruzamento do Mr Eye Opener X Luisa Plain Jain e na sua linha materna trás o cruzamento Chicks Beduino X Sizzling Lil 
Animal filho de pai e de mãe dos Estados Unidos
Preço da enxertia: R$400,00


Contato: +55 75 99700-1995 (Tozinho)

sábado, 28 de outubro de 2017

Vereador Lulinha, de Feira de Santana, parabeniza a todos Servidores Públicos pelo seu dia

Resultado de imagem para lulinha vereador

       Funcionário público de Feira de Santana, hoje, 28 de outubro, é uma data que lhe é merecida a homenagem pelo importante trabalho que você presta aos cidadãos deste município. É justo o reconhecimento da sua dedicação, competência e responsabilidade em fazer funcionar os serviços públicos de Feira. 

  Receba do seu Vereador os sinceros votos de felicidades e de agradecimentos pela sua Força, seu Trabalho e sua Luta em benefício do melhor para a população feirense. 

Vereador Edivan Enfermeiro parabeniza a todos Servidores Públicos pelo seu dia

                 

   Funcionário público de Mairi, hoje, 28 de outubro, é uma data que lhe é merecida a homenagem pelo importante trabalho que você presta aos cidadãos deste município. É justo o reconhecimento da sua dedicação, competência e responsabilidade em fazer funcionar os serviços publicos de Mairi. 

  Receba do seu Vereador os sinceros votos de felicidades e de agradecimentos pela sua Força, seu Trabalho e sua Luta em benefício do melhor para a população mairiense. 

quarta-feira, 18 de outubro de 2017

Vereadores Edivan Enfermeiro, Eliete de Rui, Tadeu Pacheco e Taunay cobram do Governo do Estado salários atrasados do HDLEM


Vereadores Edivan Enfermeiro, Tadeu Pacheco, Eliete de Rui e Taunay cobram uma resposta da Pró Saúde referente aos salários atrasados dos funcionários do HDLEM. Os quais estão com mais de 3 meses sem recebê-lo.  O Governo do Estado não honra seus compromissos, devendo 4 meses de repasse a Pro Saúde, devendo aproximadamente R$2.800.000 . Levando a saúde no nosso município e da microrregião ao caos total, além de  deixar de  ofertar serviços de saúde e especialidades, como pediatria, ginecologia, obstetrícia, ortopedia,  a toda população do município e da região.
  
   Evidenciando uma falta de respeito com os funcionários e com a população que está sendo negado atendimento no único hospital da cidade. Apenas emergências estão sendo atendidas, causando um prejuízo imensurável à cerca de 10 cidades da região circunvizinhas, isto é, quase 200 mil habitantes.